Sol de Santa | Gastronomia – Floripa


Como comemos bem em Florianópolis, meu Deus! As melhores ostras do país. Sempre frescas e com receitas diversas. No Box 32, Beto arrasa servindo-as gratinadas, a dorê, in natura, seja lá como for. Assim como seus maravilhosos pastéis de camarão e sua sonata de frutos do mar. O que mais preciso na mesa? Kkkk
No nosso hotel, Quinta das Videiras, a gastronomia é um dos carros chefes e jantar lá é simplesmente um arraso. Gourmet e contemporânea com toques locais. Na verdade, desde o café da manhã, impecável e muito charmoso, eles já conquistam a gente. Como é bom acordar e tomar um excelente café da manhã. Meu companheiro de viagem, o arquiteto Ricardo Gaspari, encantou-se com tudo o que experimentou no hotel e até pediu algumas receitas. Vamos ver no que dá! Um lugar que fiquei encantado foi o bar Books & Beers, com sua imensa carta de cervejas do mundo inteiro. Experimentamos umas 10, uma melhor do que a outra. Mais uma vez Ricardo Gaspari arrasou, afinal o cara é cervejeiro nato e entende pacas da qualidade da bebida. Mas na hora de provar a gastronomia, com os mini burgers gourmets, fui eu quem dei a nota 10. Que incrível o resultado do que provamos, além, claro, das outras guloseimas, como os antepastos da nona, servidos em potinhos de vidro com pães artesanais. O dono do local, Leandro, um paulista que investiu na região, soube mesclar num mesmo ambiente cultura, diversão e gastronomia de primeira, com atendimento exemplar. Saúde!
Outro restaurante fantástico é O Barba Negra. Toda vez que venho pra região da Lagoa, na Avenida das Rendeiras, reservo um tempinho pra ali me deliciar. O polvo servido no local é de arrepiar de tão bom. Os peixes ali servidos são incríveis e todos têm um toque internacional muito sofisticado, mas ao mesmo tempo, simples e único. Luiz Carlos, o proprietário, iniciou no fogão, mas hoje uma equipe pilota a casa e ele fica na retaguarda, fiscalizando e provando tudo, porém, quando chega a vez de preparar a panacota com frutas vermelhas, ninguém põe a mão, pois só o cara entende da textura exata pra chegar naquele manjar dos deuses. Passear de barco também é uma aventura, ainda mais pela Costa da Lagoa. Adoro parar no meio do caminho no Jájá, o querido pescador cheio de histórias, que cuida de seu fogão no restaurante Costa do Sabor, fazendo peixadas e moquecas. Dio Santo! Sempre acompanhados de uma boa caipirinha com cachaça, preparada por ele mesmo, os pratos têm um sabor especial, degustados a beira mar num deque com visual único e lúdico. Perde-se o dia ali, curtindo os melhores momentos da vida. Pássaros roubam a cena e a gastronomia local assina embaixo.
Por fim, não dá pra não citar uma Pâtisserie incrível em Floripa, com ar francês e português e com paladares deliciosos. Mayra Pauli abriu uma casa de chá que reúne a alta sociedade local. Seus macarrons chegaram abafando na cidade, pois possuem recheios frescos e cítricos ao mesmo tempo, deleites. E seus folhados, seus pães, suas eclairs, tudo, tudo, tudo é de morrer de bom. Ali, engordar uns quilinhos faz parte, afinal, o prazer estará presente o tempo inteiro. Fechamos esse garimpo com esse doce e chic paladar.