Sol de Santa | Ponta dos Ganchos – Estilo de Vida


Existe atitude mais elegante que saber preservar a natureza construindo algo integrado a ela? Para mim não. Saber valorizar o presente recebido do divino e cuidar disso é algo que temos obrigação e que faz da gente muito mais digno. Assim é Ponta dos Ganchos, um espaço deslumbrante no meio da natureza, respeitando seus limites e agregando ainda mais beleza àquela já existente.
A madeira local devidamente cuidada, proveniente do reflorestamento, é trabalhada com tamanha dignidade que emociona logo de cara. Ambientes claros e amplos com decorações leves e coloridas compõem o contexto natural local. Toda a arquitetura é tão sutil e leve que encaixa-se no contexto de forma exemplar e caminhamos entre ela como se estivéssemos num espaço já nascido dessa forma. Os móveis utilizados são compostos com tecidos nos tons mais amenos possíveis, de forma que todos os ambientes tenham harmonia plena. Objetos poucos e de artesanato brasileiríssimo estão nessas composições. Raras exceções em um canto ou outro avistamos algo mais clássico ou imponente quebrando a linha e trazendo um ar bastante interessante.
Roupas de cama e de banho lindas e macias, tapetes de um trançado perfeito e suave, iluminação pensada focando apenas no necessário. Meu bangalô, número 23, denominado Bangalô Esmeralda, foi uma das maiores surpresas de conforto, luxo e beleza que já vivi na hotelaria pelo mundo afora. Acho que poucas vezes fiquei tão extasiado com o que senti ao viver essa experiência. Até as louças dos restaurantes são especiais e embalam a gastronomia divinamente. Taças de cristal enobrecem ainda mais a bebida harmonizada e escolhido pro momento em especial.
Tudo pensado, tudo sentido, tudo enxergado com os olhos da alma, dos céus e da terra. Possui 80 mil metros quadrados de área e apenas 8% dessa área foi construída, mantendo trilhas, matas e praias. O Resort foi premiado com o ISO 14.001 pela instalação dos ecotelhados, que são uma alternativa sustentável na construção. O projeto assinado pelo escritório Klenner & Michel Arquitetos Asssociados é um referencial de qualidade na hotelaria do alto luxo. Vale a pena prestar atenção em cada detalhe, em cada sentido, em cada sentimento.
O resort não exige nada de trajes sofisticados, afinal na praia o bacana é estar solto e descolado. Roupas leves para o dia e um leve agasalho para a noite são sempre bem vindos. A noite esfria bem e até uma pashmina vem bem de encontro ao clima. Se você for adepto dos esportes náuticos um agasalho de nylon é fundamental, pois na baía local venta um pouco fora do verão. Os hóspedes andam bem vestidos, transados, mas de forma descolada e confortável. O resort foi feito para descansar e não desfilar, curtir a companhia e deliciar-se com o que existe de melhor no local.