Adolfo Stulman | Miami Cultural


A cidade mais visitada pelos brasileiros no exterior é Miami, nos Estados Unidos. E vários motivos contribuem para essa escolha: praias, esportes náuticos, vida noturna agitada, passagens aéreas com preços promocionais e, acima de tudo, compras. O que a maioria deles não sabe é que a maior cidade da Flórida tem muito a oferecer para quem consome cultura.


A região da Grande Miami investe pesadamente nos eventos culturais tanto que comemora o Dia Internacional do Museu oferecendo descontos aos visitantes e moradores locais durante todo o mês. É uma boa oportunidade para garimpar descobertas interessantes como o World Erotic Art Museum, situado no coração do Art Deco District. Fundado em 2005 pela colecionadora Naomi Wilzig, que reuniu cerca de 4 mil peças, o museu expõe quadros, esculturas, fotografias, objetos de todos os tipos com o tema do erotismo. Destaque para a grande mesa em formato de pênis que foi usada no filme Laranja Mecânica de Stanley Kubrick.

Perto dali, na mesma Washington Avenue, está outro museu imperdível: o Wolfsonian Florida International University. Num prédio de seis andares que abriga o acervo de mais de 180 mil objetos, o museu é formado por móveis, cerâmicas, peças de vidro, cartazes, livros, jornais, tecidos e pinturas que retratam principalmente o design industrial já que, ao ser criado em 1995 tinha a função paralela de ser um centro de estudos e pesquisa de tecnologia da universidade.

Se a arquitetura também se inspira na arte, o melhor exemplo em Miami é o novíssimo Perez Art Museum que há menos de três anos inaugurou sua nova sede no Museum Park, não muito distante do monumental American Airlines Arena que pela sua arquitetura também vale uma visita. O Perez é basicamente um museu de arte contemporânea com destaque para artistas latino-americanos.

Caminhar pelas ruas do distrito Art Deco, em Miami Beach, é voltar aos anos 1950. A maioria das construções é daquela época e quase todas estão preservadas. A Ocean Drive é a rua mais badalada onde a noite é um espetáculo à parte. A maior parte dos hotéis da Collins Avenue segue este padrão sendo que o mais famoso deles, o Hotel Delano construído em 1947, está ao lado do charmoso National Hotel, fundado em 1939. Em plena atividade até hoje, o National tem sua galeria de arte própria formada por quadros e esculturas que estão espalhadas pelos corredores e entradas do hotel


Mas o que tem sido a maior atração de Miami é o Wynwood Arts District. Numa área de antigos armazéns, dezenas de muros e paredes servem de apoio para os artistas grafiteiros espalharem suas obras. No centro desses oito quarteirões está um parque com várias esculturas e um pequeno centro cultural. Por ali, entre restaurantes descolados e cafés, durante os fins de semana acontecem várias manifestações artísticas.

Outras atividades também ocorrem em distritos como Coconut Grove, Little Havana e Coral Gables que vale a pena pesquisar. E para quem quer aproveitar o mês da cultura, o Greater Miami Convention & Visitors Bureau oferece a oportunidade de conhecer 27 museus com descontos especiais através do endereço MiamiMuseumMonth.com.