Gastronomia | Chocolateria


A hotelaria Suíça arrasa com seus restaurantes. Muitos hotéis possuem chefs tão renomados que acabam ficando mais conhecidos por seus restaurantes do que por seus serviços propriamente ditos da hospedagem.
Alguns desses restaurantes possuem filas de meses e colecionam prêmios diversos como a tão almejada estrela Michelin.
Em Geneve jantamos dentro do maravilhoso hotel Mandarin Oriental, onde estava hospedado, no premiado “Rasoi by Vineet”, o mais sofisticado e saboroso restaurante indiano que já fui em minha vida. E olha que amo conhecer restaurantes indianos pelo mundo inteiro.
O menu degustação apresentado era simplesmente impressionante e a cada mordida uma surpresa aromática e deliciosa. Foi um jantar literalmente dos deuses.
Outro conceituado restaurante é o “Swiss Chuchi” dentro do hotel Adler em Zurique (http://www.hotel-adler.ch/index.php/de/restaurant). Ali o Fondue de Queijos  é referencia na cidade e não prová-lo seria uma heresia. E o Fondue é maravilhoso mesmo. Que espetáculo!
Já o hotel Villa Honneg (http://villa-honegg.ch) nas montanhas é dotado de uma equipe em sua cozinha que impressiona em todos os quesitos. Poucas vezes comi tão bem, de forma tão equilibrada e saborosa, em um hotel como esse. Desde o café da manhã, passando pelo almoço, chá da tarde e jantar tudo o que foi servido era simplesmente maravilhoso. Seus doces folhados eram um pecado. Suas massas e sopas verdadeiros deleites.
Em Berna o clássico hotel “Victoria-Jungfrau” (www.victoria-jungfrau.ch) está sempre cheio de gente para comer em seus dois principais restaurantes. Seu chá da tarde muito freqüentado pela altíssima sociedade da capital suíça está recheado de tortas deliciosas, pães e queijos sem fim. Imaginem os queijos então, hahahaha. Um dos melhores chocolates quentes que já tomei em minha vida, perdendo apenas para o do Café Angelina na Rue de Rivoli em Paris.
Por fim em Lucerna jantar no Hotel “Montana” (http://www.hotel-montana.ch) é um colírio para os olhos. Estamos diante da mais linda vista da cidade num restaurante de alto gabarito com seu piano bar repleto de lustres Baccarat e telas de grandes artistas. Gente linda, hospedes sofisticados e drinks retrôs deliciosos de degustar ao som de uma boa musica.
Lucerna trouxe-nos um achado surpreendente. Estavamos caminhando quando demos de cara com um pequeno hotel chamado “Rebstock” (https://www.rebstock-luzern.ch) com uma arquitetura bem característica com telhados pontudos e bem angulados. Fiquei admirando e ao mesmo tempo percebi que muita gente entrava para comer. Entramos, comemos maravilhosamente bem a melhor Batata Suíça que já provei toda ralada com muito queijo. Detalhe esse hotel era onde morava Franz Kafka, um escritor tchecoautor de romances e contosconsiderado pelos críticos como um dos escritores mais influentes do século XX.  A comida depois disso ainda ganhou outro sabor!