Turismo | Geneve


Por fim a cidade elegante e chic. Chegamos em Geneve.
Dormimos numa verdadeira pérola da hotelaria internacional: “Mandarin Oriental”(www.mandarinoriental.com) .
Toda vez que hospedo-me num hotel como esse fico simplesmente alucinado com tudo o que o mesmo proporciona, desde o pequeno detalhe dos amenities dos toaletes até o grandioso enxoval que compõe todo o apartamento. Uma lareira full time acesa, devidamente cuidada, transforma o local em aconchego puro e magia. Quem quer ter a certeza de uma hospedagem “Triple A” não pode deixar de hospedar-se nesse palácio do conforto em Geneve. Quantas vezes for será ali que irei ficar. Para finalizar esse hotel ainda possui dois restaurantes que assinam com primor a gastronomia local, o fantástico e moderno indiano “Rasoi by Vineet” (o menu degustação dele é algo além da imaginação) e o aconchegante rústico-chic “Le Chalet”  com seus fondues e racletes imperdíveis.
E o bar? Classico e sofisticado ao extremo oferece todas as noites shows intimistas deliciosos com músicos muito especiais. Beber ali é curtir a vida como um verdadeiro Lord. Senti-me assim.Quero voltar e provar tudo de novo!!!
A cidade de Geneve é repleta do que existe de mais Premium pelo mundo. Suas ruas são repletas de lojas sofisticadas das marcas mais conceituadas do mercado Triple A.
Os restaurantes, um melhor do que o outro, disputam com chefs conceituados o primeiro lugar em todos os quesitos.
Caminhar por Geneve é o mesmo que caminhar por um grande cenário de luxo.
Seu imenso lago com seus famosos jatos d’água chamam milhares de turistas o tempo todo para realizarem selfies a serem postados nas redes sociais.
A Catedral de Geneve é algo além do comum. Linda, imponente mas ao mesmo tempo simples com leveza eleva-nos e mostra-nos o poder eclesiástico local sem o mesmo exagero e suntuosidade de outras catedrais européias. Ao sairmos da catedral uma linda nevasca tomou conta da cidade e em questão de segundo tudo embranqueceu, tudo ficou poético e mágico. Um lindo dia de sol com neve. Thanks God.
Amei visitar o Museu Patek Filippe, imperdível, o luxo do luxo do luxo da relojoaria internacional com estória e fantasia. Ficamos horas observando tudo o que estava ali exposto com tamanha riqueza de detalhes.
Alguns museus na cidade são bem visitados mas o de Historia Natural é o mais procurado. E não é por menos afinal ele encanta a todos que o visitam. Completo e organizado o Museu de História Natural apresenta-nos a evolução das espécies de forma inteligente e didática. Adoramos esse momento altamente cultural.
O Grand Theatre de Geneve é um dos pontos mais grandiosos da cidade e é impossível deixar de visitá-lo. Podendo assistir a algum espetáculo, de verdade não perca. Não tivemos essa sorte mas ao mesmo tempo pudemos ver o ensaio de cantores líricos para uma nova opera que logo ali seria apresentada. Um escândalo o lugar e o fascínio da arte envolvida.
Geneve é a cidade da alta moda. Ali entramos nas mais deslumbrantes boutiques de marcas internacionais. Uma loja de sapatos masculinos chamou-me muito a atenção pois ali mesmo pintavam o sapato na cor desejada do cliente. Achei aquilo um luxo, pena que não tinha tempo suficiente para aguardar os dois dias de secagem, mas aquilo para mim foi algo surreal, além do esperado.
Geneve é o tipo de cidade para voltar diversas e diversas vezes pois não tem fim. Impossivel conhecer essa potencialidade financeira e mercadológica em alguns 3 ou 4 dias.
Suíça que me aguarde, logo logo estarei aqui de volta!