Turismo | Berna


Dos dois dias que passeamos por Berna, a linda e aristocrática capital da Suíça, além da rua principal com seu comércio charmoso repleto de floriculturas, cafés e lojas de moda internacional e local, um hotel onde hospedam-se os mais importantes políticos internacionais e onde almoçam 100% dos mais importantes CEOs das mais conceituadas empresas dos mundo deixou-nos literalmente de queixo caído: “Victoria-Jungfrau” (www.victoria-jungfrau.ch).
Lá tomamos ao cair da tarde um dos mais deliciosos chás que já provei de maçãs acompanhado de tortas rústicas diversas preparadas com noz pecã, frutos do bosque e pêras com avelãs. O chocolate quente com chantilly lembrou-me o tradicional do “Café Angelina” em Paris. Delicious! Um ambiente principesco, digno de quem quer conhecer a Suíça dos Hypes.
Em Berna é possível comer também uma gastronomia local simples e saborosa em diversos restaurantes espalhados pela cidade. Um lugar pertinho da estação central de trem é bem freqüentado e indicado por todos como uma boa pedida. Provei e adorei: “Restaurant Anker”. Salsichas de todos os tipos com batatas e queijos, sopas e muito vinho bom.
Nessas viagens de trem até Berna (por sinal o sistema de transporte na Suíça é algo para uma matéria especifica onde não possa existir limite para elogios. Perfeito) sempre parava em um loja de chocolates que ficava no subsolo da estação de Berna: “Läderach”. Essa marca de chocolates encantou-me de tal forma que comprei placas e mais placas de diversos tipos de chocolates ao leite, meio amargos e amargos. Amei tanto que só de Läderach trouxe mais de 8 kg de chocolates para casa. Será que sou um chocólatra? E não me arrependo.
Berna possui seu famoso relógio do tempo inteiro decorado na principal rua do comercio. O Zytglogge é o ponto turístico mais conhecido e não existe quem não pare ali para uma foto especial. Na verdade ele é mesmo lindo e encantador e não tem porque não ficar curtindo o mesmo. Com seus 600 anos ainda é um mistério como marca o tempo com suas figuras dançarinas. Lindo demais!
Fazer turismo em Berna é para muitos estrangeiros como viver um conto de fadas. A cidade praticamente não mudou desde a Idade Média e apresenta um conjunto único de castelos, ruelas, igrejas e torres que encantam a todos.
Berna é também a cidade dos ursos. O antigo Fosso dos Ursos foi tranformado em um parque ursino em 2009. Lá podemos curtir os animais em seu habitat brincando, pescando, curtindo a vida. A noite podemos ter visões incríveis com as luzes infra vermelhas do local. Todos vêem a cidade para ver os queridos ursos. Estão sempre ali animando a todos.
Algo que muito me impressionou na principal rua do comercio foram as lojinhas subterrâneas, uma mais charmosa que a outra. Nos porões das lojas tradicionais artesãos, floristas, designers montaram seus ateliês de trabalho e ali apresentam o seu melhor. Entrei num floricultura e numa fabrica de velas que fiquei encantado. Imaginem se não comprei um buquê? Fotografei e entreguei a uma senhora na rua que deve ter me achado um louco. Os suíços não estão acostumados com tamanha ousadia. Kkkkk
Por fim a Catedral de Berna. Sua pedra fundamental foi colocada em 1421 e foi concluída em 1588, um dos maiores exemplos neogóticos europeus com 110 metros de altura. Subimos todos os degraus até o topo da mesma e de lá avistamos os lagos que circundam a cidade. Que vista!
Pena que tínhamos que retornar todas as noites a Lucerna e não dormimos nenhuma noite na cidade. Voltarei para viver de novo essa experiência. Berna merece, a Suíça mais ainda. Bora Garimpar!