Gastronomia | A Tradição Alemã das Colônias


Na rota dos tropeiros existe, como já disse no ícone Turismo desse Garimpo, a deslumbrante e incrível colônia Witmarsum. Ali respira-se alemão ” full time”.
Imaginem o aroma que paira no ar. O tempo todo percebemos que pães estão sendo assados nos fornos bem como fininhos e crocantes Strudells de Maçã, Pera, Nozes, etc.
Na fazenda Ponyland serviram-me um verdadeiro banquete alemão. Que loucura! Delícias e mais delícias simplesmente imperdíveis. Preciso voltar urgente levando minha família. Fiquei alucinado e indico e indico e indico, kkkkk.
A Fazenda Cainã na Rota dos Tropeiros, com seu fogão a lenha que nunca apaga prepara pratos deliciosos com um toque alemão misturado com comida caipira brasileira.
Um item deixou-me perplexo e alucinado: O queijo produzido na colônia. Trouxe vários que infelizmente já acabaram. Um tipo chamado Appenzeller foi de longe o meu preferido. Originário da região de Appenzel na Suíça, um queijo com leve sabor picante, com notável aroma frutado e de nozes. Harmoniza tanto no vinho branco Chardonay como nos tintos Pinot Noir e Merlot. Trouxe um gigante de 5 kg que já acabou em um mês. Deixei todos encantados ao servi-lo em minha casa.
Visitar o Paraná é um presente para o paladar. Um estado que prima por seus temperos e suas maravilhas de sabores. Imaginaram então esse cantinho com influência germânica? Tô voltando pessoal!