A maior riqueza de Ibiza


Sabe qual a maior riqueza de Ibiza além das praias e dos corpos dourados e sarados do verão europeu? O sal. Sim o sal exportado há anos para o mundo inteiro.
Até o confisco de Madoz, em 1871, todas as salinas no país foram detidas pelo Estado, como um produto estratégico,  considerada a única maneira de conservar os alimentos locais. A partir dessa data, os indivíduos locais e de fora passaram a poder comprar
o sal. O empresário Manuel Salas em novembro 1878 fundou as empresas “Salinas de Ibiza” e ” Companhia da Fábrica de Sal de Ibiza “. Os dois nomes foram usados alternadamente até 1886, quando ele finalmente adquiriu o nome que permanece até hoje: Salinera Espanhol SA.
Em 1984 decidiu  parar de explorar as minas de sal de Formentera pelos custos elevados.
Hoje, José María Fernández, engenheiro de minas e tecnologia, lidera a exploração de Ibiza. Originalmente as salinas de Ibiza tinham 100 lagoas de sal , um número bastante reduzido hoje, chegando a 70 no máximo. Com uma produção anual entre 40.000 e 50.000 toneladas de sal, Ibiza exporta 50% do sal extraído.

Esse sal usado exclusivamente pra gastronomia colocou os países nórdicos como seus maiores e melhores clientes. O sal de Ibiza é muito limpo, cristalino, um sal que não precisa ser lavado, ou seja, não há necessidade de passar por processos de refinação industrial. Puro, perfeito. Isto faz com que substâncias naturais tais como magnésio, potássio e iodo que tornam o sal ideal para salgar o bacalhau seja
considerado Premium. As exportações permanecem a toda mesmo com a altíssima crise no exterior e principalmente na Espanha.

Ao longo dos anos, o sal de Ibiza é considerado como um recall de produtos da ilha. “O fato de que o sal é tão bem visto no exterior é devido à imagem turística de Ibiza”, explica o CEO da maior empresa de sal local, enquanto lembrando que estas são algumas salinas históricas que datam de 500 a.C sendo este o caso único no mundo com tamanha permanência de produção.
Um sal de excelência deve atender a dois requisitos: qualidade da água e um espaço salinero em perfeita condição física com canais limpos e solos firmes para prevenir vazamentos.

A campanha de recolha de sal sempre começa sempre em setembro e dura uns 3 meses. Já está a toda essa época do ano. Por isso prepare-se para, ao entrar em um excelente empório pelo mundo, garimpar um pote desse sal considerado uma verdadeira iguaria.
Eu tenho potes dele e sempre que vou a Ibiza ou mesmo à Espanha não deixo de trazer pelo menos uns dois para mim e minhas receitas mirabolantes! O sabor da comida parece que muda, explode!!!