Renda Irlandesa, sofisticada e rara


Um vai e vem de mãos que trabalham noite e dia, formando desenhos florais com texturas especiais.
A renda irlandesa, originalmente, produzida na pequena cidade de Divina Pastora, no interior de Sergipe, simplesmente encanta. Uma delicadeza rara de ser vista pelo Brasil afora.
Demoram-se meses para que uma blusa, uma bolsa ou uma toalha de mesa sejam produzidas. Meses e meses a fio.

Primeiro desenha-se num papel de seda e posteriormente esse papel vai sendo recortado e costurado ao mesmo tempo num fantástico e ardiloso bordado com linhas de seda pura. A renda é uma sofisticação ímpar como poucas que vi pelo mundo.
A alta moda ainda pouco utiliza dessa pérola do artesanato brasileiro inserido aqui por freiras irlandesas há mais de um século.

Algumas marcas internacionais encomendam à Associação de Divina Pastora (ASDEREN) essa raridade. Uma verdadeira raridade visto que poucas pessoas sabem produzir e poucos tem interesse na continuidade dessa arte. Uma pena, pois por ser trabalhosa, poucas mulheres hoje aprendem essa manufatura.

Vamos valorizar mais e mais nossas relíquias e nossa gente que dedica-se para criar o belo pela própria sobrevivência entregando-se de corpo e alma.
Palmas às mulheres e meninas de Divina Pastora que mantém viva essa deslumbrante cultura repleta de maravilhas.
Um luxo autêntico e poético!