Adolfo Stulman | EQUADOR e seus contrastes




Com apenas 256 mil quilômetros quadrados de área, pouco maior que o Estado do Piauí, o Equador é um país de grandes contrastes. Situado no noroeste da América do Sul, ele se divide geograficamente em quatro regiões: Galápagos, onde se encontra o Parque Nacional Marinho formado por diversas ilhas; a Costa Pacífico com destaque para a cidade portuária de Guayaquil; os Andes onde a cordilheira corta o país de norte a sul e a Amazônia.



Nossa viagem começa pela capital Quito que salta aos olhos do visitante por ser uma cidade extremamente limpa e organizada. Desde 2010 o governo vem recuperando os prédios públicos e as construções históricas que guardam as imagens da colonização espanhola e sua forte influência católica. Por esse motivo, a Iglesia de la Compañía de Jesús no centro da cidade é uma visita obrigatória. Exuberante com suas colunas, altares e tetos banhados a ouro é de uma riqueza visual que nos remete aos tempos em que a cidade era um centro importante do antigo império da Gran Colombia, da qual fazia parte até 1832. São várias igrejas, museus e casarios como a Casa Gangotena e a Mansión del Angel que atraem pelo visual sofisticado e muito bem preservado. O bairro de La Ronda é outro destaque. Formado por vielas que se cruzam num verdadeiro labirinto, alí se concentram lojas típicas de artesanato indígena, bares e restaurantes sofisticados, a arte permanente nos pequenos museus e dezenas de lojas cheias de curiosidades para se garimpar.


Depois de dois ou três dias percorrendo a capital equatoriana, outro ponto turistico obrigatório é o Latitude 0 grau, 0 minuto e 00 segundo, ou seja, a linha do Equador que cruza o país e está a poucos quilômetros ao norte de Quito. O sítio histórico é um museu a céu aberto que se divide basicamente em duas construções: a erguida pelos franceses no século XIX baseada nos experimentos científicos sobre a linha imaginãria que divide o planeta em dois hemisférios e a indígena, que remonta aos tempos do domínio dos incas vindos do vizinho Perú. E é neste antigo cemitério indígena wuaorani que entramos em contato com a mágica do lugar. Alí a água que entra pelo ralo não se move nem pela direita nem pela esquerda que forma naturalmente um remoinho, mas escoa sem girar. Também é impossível caminhar sobre uma linha reta traçada no chão sem perder o equilíbrio, fenômeno que só ocorre alí e em nenhum outro lugar do planeta, além de outras surpresas que deixarão boquiaberto qualquer turista desavisado.


Também surpreendente é conhecer a Hacienda Rosadex, uma das maiores plantações de rosas do mundo. Segundo maior produtor mundial dessa planta só perdendo a primeira posição para a vizinha Colômbia, o país gaba-se por ter criado uma enorme variedade de tamanhos e cores de rosas que chega a ter mais de 70 variedades. Quase toda a produção dessa fazenda e de outras da região é exportada para dezenas de países, sendo que os EUA e os países europeus contribuem em peso para que esse produto seja a terceira maior fonte de divisas do país atrás do petróleo e do café. O chocolate também é um produto importante e largamente exportado.


Por ter uma geografia bastante variada, com destaque para as misteriosas ilhas Galápagos no Oceano Pacífico, uma grande faixa litorânea, a altitude andina e a selva amazônica que ocupa a maior parte da nação, o Equador nos surpreende por seus constrastes principalmente quando visitamos as pequenas cidades do interior como Otavalo, Imbabura, Cotopaxi e Cotacachi, todas não muito distantes da capital. Esta última é onde se situa o La Mirage Garden Hotel & Spa com suas piscinas términas, serviço cinco estrelas e um restaurante dos mais sofisticados do país.


Se a sua visita ao país se estender por uma semana ou mais, vá para as Termas Papallacta com suas várias piscinas de águas termais. Não é um lugar tão sofisticado como o La Mirage, mas é bastante agradável pela região onde está situado e por ser uma estância hidromineral com várias opções de tratamento de pele e para o corpo. Poucos imaginam que este pequeno e desconhecido país dos brasileiros possa ter tantas atrações assim. Mas uma viagem até lá vai, com certeza, mudar a sua opinião.

http://www.turismo.gob.ec/
Youtube – clique aqui
https://www.casagangotena.com/es/
http://www.mirage.com.ec/