Casa Palopó em Santa Catarina

No meio de uma gigantesca serra, é possível ver lagos e o Vilarejo de Santa Catarina.

Um local bastante pitoresco, com pessoas locais trajando roupas bem típicas e coloridas.



Fomos recebidos pelo charmoso e sofisticado "Casa Palopó Hotel", um local com uma oportunidade visual única e repleto de arte de altíssima qualidade, como Fernando Botero.

Um reduto do conforto com bem estar, que é capaz de nos entregar o melhor da hotelaria Triple A internacional.

Na Casa Palopó, participa-se de uma autêntica cerimônia Maia, onde um celebrante com heranças indígenas conduz com leveza e simplicidade, até suas crenças e costumes. Um momento mais do que emocionante.

O pintor Demetrius Montenegro, garimpeiro comigo nesse destino, teve milhões de inspirações com tantas paisagens sensacionais.

Nosso quarto no hotel tinha algo estarrecedor. Fiquei bastante encantado com a valorização de arte local dentro da decor, valorizando mão de obra dos nativos, o verdadeiro luxo!

Um restaurante com alta gastronomia, apresentando um cardápio especial que mescla sabores locais com internacionais. Resultados fantásticos com grandes emoções.

À frente do Hotel, está localizado o gigantesco lago de Tiklan, onde diversos povoados ribeirinhos costumam receber visitantes para apresentarem seu estilo de vida e o que produzem. Belezas únicas da alma dessas pessoas.

O Vilarejo de San Juan em especial é muito peculiar e o contato direto com ele é fundamental, contam com: produção de peças com teares com algodão puro, produção da chocolateria rústica maravilhosa, pinturas, artesanato, café, entre outras diversidades maravilhosas e autênticas.

Um mundo a ser explorado, curtido e descoberto.